Web Analytics
13°C 28°C
Ipatinga, MG

Bolsonaro pode pegar 25 anos de prisão por crimes atribuídos a ele pela polícia federal

A PF identificou uma organização criminosa ao redor do ex-presidente, responsável pelo desvio de joias, relógios, esculturas e outros itens de luxo

05/07/2024 às 05h09
Por: Redação
Compartilhe:
Bolsonaro pode pegar 25 anos de prisão por crimes atribuídos a ele pela polícia federal

A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) por crimes de associação criminosa, lavagem de dinheiro e peculato, que, juntos, podem resultar em até 25 anos de prisão. As investigações apontam que Bolsonaro teria se envolvido na venda de quatro presentes valiosos recebidos em viagens oficiais ao exterior, dois deles da Arábia Saudita e outros dois do Bahrein.

Continua após a publicidade

Auxiliares de Bolsonaro teriam tentado comercializar esses itens com o seu conhecimento. Entre os objetos negociados estão relógios Rolex e Patek Philippe, vendidos por US$ 68 mil, equivalente a R$ 346.983,60 na cotação da época.

Continua após a publicidade

Durante o depoimento, Bolsonaro preferiu não falar, mas, em declarações anteriores, negou qualquer irregularidade, afirmando que não ordenou a venda das joias e que não pediu ou recebeu presentes. O crime de associação criminosa prevê penas de um a três anos, peculato de dois a 12 anos e lavagem de dinheiro de três a dez anos.

Continua após a publicidade

A PF identificou uma organização criminosa ao redor do ex-presidente, responsável pelo desvio de joias, relógios, esculturas e outros itens de luxo recebidos em nome do Estado brasileiro. A defesa de Bolsonaro e de seus aliados ainda não respondeu aos contatos da reportagem.

Fabio Wajngarten, em nota, classificou seu indiciamento como “arbitrário, injusto e persecutório”. Frederik Wassef, também indiciado, afirmou que não foram Bolsonaro ou Mauro Cid que pediram para comprar o Rolex. Outros envolvidos, como José Roberto Bueno Junior, negaram participação nos crimes e disseram não ter sido informados sobre o indiciamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade