Web Analytics
13°C 28°C
Ipatinga, MG

Ex-vereador de Muriaé é condenado a 11 anos por lavagem de dinheiro e associação criminosa

A Operação 'Catarse' teve cinco fases, cada uma aprofundando as investigações sobre corrupção e crimes contra o patrimônio público

09/07/2024 às 15h15
Por: Redação
Compartilhe:
Ex-vereador de Muriaé é condenado a 11 anos por lavagem de dinheiro e associação criminosa

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Muriaé, Carlos Delfim Soares Ribeiro, foi condenado a 11 anos de prisão em regime fechado, juntamente com sua esposa e um assessor, por lavagem de dinheiro e associação criminosa. A sentença é resultado da Operação 'Catarse', iniciada em novembro de 2021 pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Continua após a publicidade

Os condenados foram acusados de utilizar veículos, maquinários e outros bens em nome de terceiros, além de empresas em nome de 'laranjas', para ocultar patrimônio oriundo de crimes de corrupção, concussão e peculato. Em um processo anterior, Carlos Delfim já havia sido condenado por corrupção e 24 crimes de concussão. Ele também responde por 178 peculatos e dois casos de lavagem de dinheiro.

Continua após a publicidade

A Operação 'Catarse' teve cinco fases, cada uma aprofundando as investigações sobre corrupção e crimes contra o patrimônio público. O ex-vereador chegou a ser preso em Uberlândia por quase dois meses, sendo liberado com uso de tornozeleira eletrônica em junho de 2023.

Continua após a publicidade

A Câmara de Muriaé afirmou que o processo diz respeito exclusivamente ao mandato do ex-vereador e que sempre colaborou com as investigações. A defesa do político não foi localizada para comentar a sentença.

A Operação 'Catarse' revelou danos superiores a R$ 12 milhões ao patrimônio público na Zona da Mata, destacando a complexidade e a gravidade dos crimes investigados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade